O Realismo como antídoto para o vírus do socialismo cleptocrata/novo monstro global

 Uma breve análise realista da conjuntura filosófica e política global>>>

Depois da 2ª Guerra Mundial, o socialismo se fundiu com o nazismo e o capitalismo, se transformando num monstro político global. Contudo, no limiar de uma nova aurora secular, esse monstro global, o socialismo-nazista-capitalista, está se implodindo, em face de ter se perdido no oceano de corrupção e de abuso de poder, levando várias nações ao caos e a desordem. 

O Realismo vê, claramente, para além do agora. Os realistas sabem que todos os sistemas políticos e filosóficos estão falidos, que a Terra não é mais suficiente para sustentar sua população cada vez maior, perdida em abismos sociais incomensuráveis, afundada, por causa do materialismo utópico, do consumismo desenfreado, do acúmulo de bens e do apego às coisas materiais como fonte única de realização do ser humano, que é a pregação do socialismo na sua nova versão monstruosa global. 

O Realismo visa a Evolução do ser humano em sua totalidade através da Liberdade e da Meritocracia, para algo maior, o 'além da humanidade', para uma humanidade superior. Todos os pensamentos e sistemas anteriores, filosóficos e políticos, pautados no monstro global socialista-comunista-capitalista-cleptocrata-plutocrata, são o passado, a idade das pedras, as trevas. 

O Realismo é o futuro da humanidade, a luz da esperança Terrestre. Quem sobreviver a este século, verá.. 

Emerson Rodrigues

Comentários