O problema do Brasil é o mesmo do mundo: falta de vergonha na cara e falta de coragem

O que está acontecendo com o Brasil é o mesmo que sucede a este mundo insano: falta de vergonha na nossa cara, de todos nós, e coragem! 

Nos falta coragem para sair da mesmice, do comodismo, falta coragem para deixar de lado a preguiça de pensar, de estudar, de pesquisar, de procurar se informar, se esclarecer e, SOBRETUDO, para a maioria de nós, alcunhados 'humanos', falta coragem para usar o conhecimento conquistado em prol de algo melhor, para você, todos à sua volta e para um país e um mundo melhores! 

E quem já despertou para essa realidade como nós, Pensadores Realistas, e já está tomando vergonha na cara, procurando ser melhor todo o dia, estudando, lendo, aprofundando, se esclarecendo, falando o que pensa, indo além,  praticando, fazendo acontecer, TEM A OBRIGAÇÃO DE COLABORAR PARA O DESPERTAR DOS QUE AINDA DORMEM, mas, com uma ressalva:

Devemos todos, estarmos cientes de que acordar preguiçosos e quem está acostumado a dormir até mais tarde no curto sono da vida, é fácil, basta falar na cara, com bons argumentos, com realismo, sinceridade, visando o bem no final, que é a melhoria de toda a humanidade, ou pelo menos, de quem está a fim de melhorar nessa bagaça.

A tarefa mais difícil é fazer compreender que despertar para a realidade é só o primeiro passo,  o mais difícil é viver no Realismo. Ter vergonha na cara e coragem para ser melhor, OU PELO MENOS, MENOS PIOR, TODOS OS DIAS DA NOSSA CURTA VIDA INTRAFÍSICA! 

Temos um baita Planeta em nossas mãos, um bagual país sob nossa responsabilidade, com tantos recursos, tantas possibilidades! Meu Deus! Que possamos reunir todos que já despertaram afim de, unidos, na prática e em pensamentos, fazermos algo que preste para que tudo isso não se perca nas trevas desse mundo cada vez mais insano, onde tarados por poder e dinheiro (coisas passageiras) ditam as coisas, por enquanto. 

Esse é o trabalho, é pegar ou largar. 

Vamos em frente, firmes e fortes!

(Emerson Rodrigues) 

Comentários